TEATRO &
ARTE
MÚSICA &
FESTIVAIS
GASTRONOMIA
FAMÍLIA &
ENTRETENIMENTO
DESPORTO &
AVENTURA
TODOS OS
EVENTOS

Música – Portugal em destaque no Eurosonic

Na edição deste ano do festival de música Eurosonic, que tem início hoje na Holanda, Portugal é o país em destaque.

Criado, em 1986, esta será a primeira vez que o Eurosonic Noorderslag terá Portugal como país em destaque. Este extraordinário evento, conta anualmente com mais de quatro mil profissionais ligados à indústria, e entre eles cerca de 400 representantes dos maiores festivais internacionais, sendo naturalmente hoje considerado uma das maiores montras da música a nível europeu.

Foi precisamente neste festival que se deram a conhecer, entre muitos outros os portugueses Buraka Som Sistema. Já lá vai o longínquo ano de 2001, em que os de The Gift, banda de Alcobaça participou no Eurosonic. Desde então muita coisa mudou na indústria discográfica e musical, e nessa altura os The Gift tinham editado um único disco, estando a dar os seus primeiros passos na sua bem sucedida trajectória. Porém já nesta altura, em início de carreira mesmo fazendo tudo sozinhos, era já ambição do grupo partir à conquista dos mercados internacionais, e o terem estado no Eurosonic funcionou como um trampolim, pois pouco tempo depois foram presença no South by Southwest, no Texas. Tempos em que as coisas eram bem diferentes daquelas que hoje vivemos.

16 anos depois os The Gift estão de novo no Eurosonic, onde esperam conseguir junto dos agentes europeus, falar com programadores de festivais, preparando não só a temporada de 2018 ao mesmo tempo que aproveitam para divulgar e promover o seu mais recente trabalho com o Brian Eno.

vimeo.com/183645424

 Nos nossos dias, tudo mudou e o planeamento da participação portuguesa no Eurosonic está a cargo da Why Portugal, uma plataforma de promoção da música portuguesa, criada pela Associação de Músicos, Artistas e Editoras Independentes (AMEI) em parceria com várias associações profissionais do setor.

Os portugueses DJ Ride e Stereossauro, que formam a dupla Beatbombers, e que recentemente se sagraram campeões do mundo de «Scratch/Turntablism» na categoria «Show» são uns dos estreantes no festival. 

«Turntablism», uma das bases do hip-hop, é a arte de manipular sons e criar músicas usando pratos de gira-discos e uma mesa de mistura. Para estes músicos, além da possibilidade de “fazer contactos para poder editar e tocar mais fora de Portugal”, o festival tem outra vantagem, “dar a conhecer também muita música nova”, prometendo por isso que vão “estar atento aos showcases de outros artistas”.

Os portugueses estão em alta e não deixa de ser surpreendente que, entre as nove propostas imperdíveis deste ano, escolhidas pelos media acreditados no Eurosonic, três sejam portuguesas: Memória de Peixe, Best Youth e First Breath After Coma.

Esta atual diversidade da música nacional, é complementada com nomes como Gisela João, Noiserv, Marta Ren ou Rodrigo Leão. 

 

Vídeo – Vimeo – The Gift feat. Brian Eno – Paulo Costa

Vídeo – Beatbombers – Musicbox

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on print

Criar Conta de Utilizador