TEATRO &
ARTE
MÚSICA &
FESTIVAIS
GASTRONOMIA
FAMÍLIA &
ENTRETENIMENTO
DESPORTO &
AVENTURA
TODOS OS
EVENTOS

ANO DO RATO CELEBRA-SE NO MUSEU DO ORIENTE COM ENTRADA GRATUITA

O Museu do Oriente dá as boas-vindas ao Ano do Rato, o novo ano lunar chinês, com entrada gratuita no sábado, dia 25 de Janeiro, e actividades programadas para toda a família, que se prologam de 24 a 26 de Janeiro.

As celebrações do Ano do Rato iniciam-se na sexta-feira, 24 de Janeiro, às 19.00, com a visita performativa “Do camarim ao palco!”. Esta viagem pelo maravilhoso mundo do espectáculo, o calor dos aplausos e o brilho das luzes mostra, na primeira pessoa, como a vida de uma actor de Ópera Chinesa se conta desde tenra idade e como, no momento em que a personagem volta a dar ao lugar ao indivíduo, assistimos à partilha de todas as memórias vividas em palco.

ANO DO RATO CELEBRA-SE NO MUSEU DO ORIENTE COM ENTRADA GRATUITA
Arte chinesa do Jianzhi, ou Recorte de Papel

 

ANO DO RATO CELEBRA-SE NO MUSEU DO ORIENTE COM ENTRADA GRATUITA
Arte chinesa do Jianzhi, ou Recorte de Papel

No sábado de manhã, a partir das 10.00, os visitantes do Museu do Oriente são convidados a aprender a arte chinesa do Jianzhi, ou Recorte de Papel, numa oficina que ensina a criar ilustrações decorativas. Com cerca de 1.500 anos de História, esta tradição é classificada pela UNESCO como Património Imaterial da Humanidade, acreditando-se ter uma função essencialmente religiosa e espiritual, sendo utilizada por ocasião das celebrações do Ano Novo para atrair a sorte.

Na China, estes festejos multiplicam-se desde a Lua Nova que marca o início do ano, até à Lua Cheia, com o Festival das Lanternas a marcar o encerramento das celebrações. A partir das 15.00, o Museu do Oriente desafia os mais novos a construírem a sua própria versão de lanterna chinesa, na oficina “Uma Festa das Lanternas”, indicada para crianças entre os 7 e os 12 anos.

A celebração musical tem início às 19.00, com o espectáculo “A Voz Lírica: Árias e Canções”, pela voz de Isabel Alcobia, acompanhada pela pianista chinesa Shao Ling. Montanha Yi Meng e Caminho da Luz Solar, as duas canções chinesas da abertura, articulam a serenidade de uma melodia montanhosa com a velocidade e energia moderna de uma canção urbana, representando um gesto de celebração ao Ano Novo Chinês.

A encerrar os festejos, no domingo, 26 de Janeiro, “Um mistério de Ano Novo!” é o que terão de resolver os participantes da visita “No Museu me oriento com quase todos os sentidos…”. Através do toque, do som, do cheiro e de todas as histórias que se vão ouvir sobre ele, miúdos e graúdos terão de adivinhar de que objecto se trata, sem o poderem ver.

Segundo a tradição chinesa, o ano que agora inicia será positivo a todos os níveis, de bonança e paz mundial, uma vez que o Rato é um animal reverenciado pelo seu raciocínio rápido e capacidade de acumular e manter objectos de valor, sendo símbolo de boa sorte e riqueza.

A entrada no Museu do Oriente é gratuita no dia 25 de Janeiro, mas as actividades programadas, pagas, requerem inscrição ou compra de bilhete.

Visita performativa “Do camarim ao palco!”

24 de Janeiro

19.00

Público-alvo: famílias com crianças M/ 5 anos [acompanhados por um adulto]
Preço: 6 €/ participante

Participantes: mín. 14, máx. 26

Workshop Jianzhi – Tradicional Arte de Recorte de Papel

25 de Janeiro

10.00-13.00

Preço: 35 €

Participantes: mín. 7, máx. 15

“Uma Festa das Lanternas”

Sábados em Oficina

25 Janeiro

Horário: 15.00-17.00
Público-alvo: 7-12 anos
Preço: 5 €/ participante

Participantes: mín. 8, máx. 15

A Voz Lírica: Árias e Canções

Ciclo Piano Forte

Recital com Isabel Alcobia (canto) e Shao Ling (piano)

25 de Janeiro

Auditório

19.00

Duração: 75’, com intervalo

Público: M/6 anos

Preço: 12 €

“No Museu me Oriento com Quase Todos os Sentidos…”

Em colaboração com Locus Acesso

26 de Janeiro

Horário: 11.00-12.00
Público-alvo: M/ 7 anos
Preço: 5 €/ participante

Participantes: mín. 15, máx. 20

ARQUITETURAS FILM FESTIVAL INSTALA-SE NO CINEMA SÃO JORGE EM LISBOA

O Arquiteturas Film Festival (AFF) está quase de regresso à cidade de Lisboa e já tem datas marcadas para o encontro.  Entre 4 e 9 de junho, a 7º edição instala-se de armas e bagagens no Cinema São Jorge e traz para o debate o tema Human Nature. Ao longo de seis dias, a programação de 2019 traz na mala 62 filmes – 90 por cento estreias portuguesas e algumas mundiais;  haverá ainda várias atividades paralelas – workshop, masterclass, atelier para crianças, visita guiada, encontros de coletivos e muito mais.

Como já é tradição, antes do arranque o Arquiteturas apresenta a programação com um warm-up. Este ano será duplo, no dia 28 de Maio no bar o Bom, o Mau e o Vilão como convidado especial do Shortcutz Lisboa, onde serão exibidas duas curtas-metragens que fazem parte do programa deste ano; e no dia 30, em parceria com a Roca Lisboa Gallery, com a presença do curador do festival André Costa, a diretora Sofia Mourato, o realizador Duarte Natário e a arquiteta Daniela Silva.

O festival arranca com o premiado Melting Souls, de François Xavier Destors. Um documentário sobre Norilsk, uma “cidade de ficção científica” acima do Círculo Polar Ártico – uma paisagem industrial infernal numa tundra que, de outra forma, seria estéril.

Entre as novidades desta edição está o júri do Arquiteturas 2019. A arquiteta Ana Tostões, Presidente do DOCOMOMO Internacional, o geógrafo Álvaro Domingues, a arquiteta Isabel Barbas, o realizador Gerrit Messiaen, a artista e realizadora Petra Noordkamp e o arquiteto Tiago Oliveira, em representação da Secção regional Sul da Ordem dos Arquitectos (OASRS), aceitaram a missão de avaliar 55 obras de 26 países em quatro categorias: Ficção, Documentário, Experimental e Novos Talentos. A programação completa será divulgada em breve.

Pensado conceptualmente como uma problematização ampla da relação entre o ser humano e a natureza, o tema que este ano está em cima da mesa pretende ultrapassar discussões sobre arquitetura e sustentabilidade para tratar as questões mais urgentes sobre o espaço transformado, e ameaçado, pela ação humana, e também os desdobramentos dessa ação sobre a existência do homem. 

Exemplo inevitável quando se fala de construção de um território resultado da intervenção humana, a Holanda foi eleita como país homenageado desta edição com uma programação transversal que conta com o alto patrocínio da Embaixada da Holanda em Lisboa e curadoria de Mélanie van der Hoorn.

Entre inúmeras outras atividades, vai decorrer um workshop do coletivo holandês Failed Architecture, conhecido pelos seus casos de estudo sobre os falhanços do modernismo e o crescimento urbano das cidades, em conjunto com a realizadora Petra Noordkamp, duas vezes premiada pelo melhor filme no Arquiteturas. O workshop consiste numa investigação e recolha audiovisual sobre a atual situação da praça Martim Moniz, em Lisboa, culminando em ensaios cinematográficos dos participantes.

A programação holandesa conta ainda com uma masterclass sobre filmes de arquivo de arquitetura com Melanie van der Hoorn, autora do livro Spots in Shots: Narrating the built environment in short films, em conjunto com Tiago Batista, diretor do ANIM e João Rosmaninho da Universidade do Minho; com a presença de dois ateliers de arquitetura premiados pelas suas práticas com características sustentáveis, o atelier Bureau Sla e o atelier Space & Matter.

Portugal será representado por Russa, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr., sobre a memória coletiva e as transformações recentes da cidade do Porto; Civitas, de André Sarmento, e Alis Ubbo, de Paulo Abreu, ambos sobre o processo de “turistificação” em Lisboa. A ficção Lá vem Dia, de Mercês Tomaz Gomes, trata da relação entre o morar contemporâneo e as relações afetivas. Esta edição traz ainda a estreia da curta de animação portuguesa O atelier do meu avô, do arquiteto Tiago Galo, em exibição no atelier para crianças do festival, e o recém-estreado filme Tudo é Paisagem que retrata a história da arquitetura paisagística em Portugal.

Também em foco nesta edição vão estar o cineasta Andrzej Wajda e sua paixão pela arquitetura, a inevitável Bauhaus que este ano completa 100 anos de existência e os movimentos  radicais italianos de design e arquitetura das década de 60 e 70 como são os casos dos UFO, Archizoom e os Superstudio. O arquivo do grande mestre mexicano Luis Barragán é tema do filme The Proposal. O famoso projeto de habitação social em Milão, o Gallaratese, de Aldo Rossi, é tema do filme Monte Amiata, e a obra símbolo do modernismo na Inglaterra, dos icónicos arquitetos Alison e Peter Smithson, é retratada em The Disappearance of Robin Hood.

Em parceria com a RTP vão ser exibidos no AFF três episódios de Atelier d’Arquitetura, série documental que percorre edifícios, estruturas, conceitos, peças, casas ou museus que mais se destacam no território nacional e que começou a ser transmitida recentemente pela estação pública. Os realizadores da série estarão presentes para uma discussão com o público.

Os sponsors desta edição estão em foco através do apoio a sessões dedicadas a temas que lhes são próximos – o Portal da Construção Sustentável vai, enquanto sponsor principal, realizar um evento de apresentação e discussão para profissionais do setor interessados em processos e produtos sustentáveis. A ROCA e a Water Foundation patrocinam a sessão de filmes sobre o esgotamento de recursos naturais dos rios na África do Sul e Quénia; o RSGrupo patrocina a sessão que exibe um dos principais filmes da programação oficial – Anthropocene: The Human Epoch aproveitando para apresentar as suas visões sobre a geo-arquitetura.

WORKSHOP PARENTALIDADE POSITIVA NA JF DO AREEIRO

No âmbito do mês da prevenção dos maus-tratos na infância, a Junta de Freguesia do Areeiro organiza no dia 14 de abril (sábado) um workshop de Parentalidade Positiva sob orientação da especialista em educação parental Manuela Silveira. 

O workshop decorre das 10H às 13H, no Auditório da Sede da Junta de Freguesia do Areeiro, a entrada é livre, mas mediante inscrição prévia.  

+ info: Junta de Freguesia do Areeiro
Rua João Villaret, nº 9 – 1000-182 Lisboa
218 400 253

PASSAPORTE CANINO NO PAVILHÃO DO CONHECIMENTO

O programa Passaporte Canino foi desenvolvido a pensar no melhor amigo do homem: o cão. Os workshops são dedicados ao treino e educação, ao recurso de animais para fins terapêuticos e à interacção das pessoas com os animais. Têm a duração de duas horas e a participação é gratuita, estando assim aberta a porta para no primeiro domingo de cada mês, os visitantes do Pavilhão do Conhecimento no Parque das Nações em Lisboa poderem entrar na companhia do seu patudo.

Quanto aos patudos, vão descobrir que, afinal, a ciência não é um osso assim tão difícil de roer…  

Workshop Os cães na educação infantil | 8 de Abril | Das 11.30 às 13.30    

Inscrições  com Pedro Paiva (Pet B Havior)

Oradora convidada: Élia Rodrigues, docente de Educação Especial 

Programa

– A utilização dos cães na educação infantil generalizada

– A utilização dos cães na educação infantil especial

– Apresentação de casos práticos

Este programa conta com o apoio da Pet B Havior e do ISPA – Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida, como parceiro científico.

A visita dos animais de estimação obedece obrigatoriamente às regras de saúde, higiene e segurança expressas na legislação vigente. Consulte o regulamento.

Fonte e Foto utilizada: Pavilhão do Conhecimento

APAN Academia – Audiências de Televisão: Medir o retorno do seu investimento

A APAN Academia, realiza no próximo dia 26 de maio, um workshop subordinado ao tema Audiências de Televisão: Medir o retorno do seu investimento , estando disponíveis pouco lugares dado o elevado interesse que está a despertar.  A maior oferta de canais de televisão em Portugal possibilita ao telespectador e aos anunciantes uma escolha mais variada e segmentada. O desafio de quem oferece este serviço e de quem compra o espaço está em captar a maior audiência possível através de diversas técnicas de análise de dados.

No Workshop, Audiências de Televisão: Medir o retorno do seu investimento, a ter lugar no dia 26 de maio, das 9h/13h e das 14h/18h, nas instalações da APAN, a cargo da formadora, Joelma Garcia

No Workshop, Audiências de Televisão: Medir o retorno do seu investimento , a ter lugar no dia 26 de maio, das 9h/13h e das 14h/18h, nas instalações da APAN Academia em Lisboa , e a cargo da formadora, Joelma Garcia, prepare-se para encontrar respostas para as seguintes perguntas:

  • Quais são os processos estatísticos inerentes à seleção da amostra?
  • Como são recrutados os lares do painel de audimetria?
  • Já assistiu à instalação do Audímetro?
  • Sabe o que é um GRP? E a cobertura?

Venha conhecer em profundidade o estudo de medição de audiências televisivas, quais os desafios tecnológicos apresentados atualmente e como integrá-los no atual sistema.
 
Associados APAN: 200€
Não Associados: 290€
2ª inscrição – desconto de 5%
3ª inscrição e seguintes – desconto de 10%

Para participar nesta formação, inscreva-se aqui.

APAN Academia promove workshop “Como Cativar e Influenciar os Bloggers mais Influentes”

A APAN Academia, atenta à realidade dos nossos dias , promove um workshop dedicado a perceber a maneira de cativar aqueles que cada vez em maior número, lhes é reconhecido mais mérito, mas também a crescente capacidade crítica de quem os visita. Em causa estão os bloggers e o seu cada vez mais significativo nível de influência.

Hoje é o último dia para inscrição neste workshop que não deve perder.

Para lidar de modo profissional com esta classe, são várias as perguntas que se levantam:

  • Quais os bloggers nacionais e internacionais que realmente importam contactar?
  • Que tipo de informação devemos enviar?
  • Que convites fazer, que parcerias implementar?
  • Que contrapartidas exigir?
  • Que orçamento gastar e o que esperar destes opinon makers?
  • Devemos misturar jornalistas e bloggers?

O Workshop “Como Cativar e Influenciar os Bloggers mais Influentes” a cargo da formadora Marta Araújo, realiza-se já no próximo dia 7 de abril, das 9h às 13h e das 14h às 18h nas instalações da APAN,  vai ajuda-lo(a)  a encontrar as respostas no que a este universo diz respeito.

O Workshop “Como Cativar e Influenciar os Bloggers mais Influentes” a cargo da formadora Marta Araújo, realiza-se já no próximo dia 4 de abril, das 9h às 13h e das 14h às 18h nas instalações da APAN,  vai ajuda-lo(a)  a encontrar as respostas no que a este universo diz respeito.
O Workshop “Como Cativar e Influenciar os Bloggers mais Influentes” a cargo da formadora Marta Araújo, realiza-se já no próximo dia 7 de abril, das 9h às 13h e das 14h às 18h nas instalações da APAN

No final do curso os participantes deverão:
– Conhecer o novo mundo dos bloggers e a sua importância como veículo de comunicação das marcas;
– Saber como investir e que contrapartidas exigir;
– Saber que informação enviar e que parcerias implementar.

Data limite de inscrição: 03 de abril.

Inscreva-se aqui ou pelo email apan@apan.pt.

Criar Conta de Utilizador