TEATRO &
ARTE
MÚSICA &
FESTIVAIS
GASTRONOMIA
FAMÍLIA &
ENTRETENIMENTO
DESPORTO &
AVENTURA
TODOS OS
EVENTOS
Pomme d'Api é um enredo de 1873

POMME D’API – OPERETA DE OFFENBACH ESTREIA EM MATOSINHOS

Pomme d’Api é um enredo de 1873, mas podia ser de anteontem: Catherine, uma criada jovem, pobre e bela, é abandonada pelo namorado. Acaba, porém, a trabalhar em casa do tio dele, celibatário e um pouco licencioso, o qual se dispõe a ignorar a pobreza da rapariga em benefício próprio. Cento e quarenta e cinco anos (e alguns dias) depois da estreia no Théâtre de la Renaissance, em Paris, a opereta Pomme d’Api, de Jacques Offenbach, ganha amanhã nova vida, com a produção da companhia all’Opera que terá estreia absoluta, pelas 21h30, no Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery.

Povoada por momentos de verdadeiro champanhe musical, Pomme d’Api promete libertar muitos sorrisos ao ritmo de números musicais impagáveis, como o “Trio du Grill” ou a famosa ária “J’en prendrai un, deux, trois”. “É quase impossível não sorrir, ou dançar no curto espaço da nossa cadeira”, promete a companhia.

Seguindo o libreto original de Ludovic Halévy e William Busnach, adaptado pelo tenor e escritor Mário João Alves, a opereta será representada com diálogos em Português, sendo os números musicais cantados em Francês, com legendagem em Português. Com encenação de Inês Vicente, o espetáculo é interpretado por três nomes maiores do canto lírico português: Sara Braga Simões (Catherine), Mário João Alves (Gustave) e Job Tomé (Rabastens), acompanhados ao piano por Ángel González.

Companhia de óperas portáteis, a all’Opera surgiu para responder ao crescente interesse do público por este género musical. “Pomme d’Api” é a segunda obra de Jacques Offenbach que a trupe leva à cena, depois de “O 66!”, estreada há dois anos. Virtuoso do violino, o francês é considerado um símbolo vivo do espírito parisiense de oitocentos, tendo composto dezenas de operetas, celebradas de forma entusiástica pelo público da época.

ELENCO

Sara Braga Simões [Catherine]

Mário João Alves [Gustave]

Job Tomé [Rabastens]

Ángel González [Piano]

FICHA TÉCNICA

Encenação: Inês Vicente

Cenografia: Ana Gormicho

Figurinos: Manuela Bronze

Desenho de luz: Nuno Almeida

Direção de cena: Ana Carolina

Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery

29 de Setembro, 21:30

Duração: 60 minutos

Preço dos bilhetes: 7,50€. Para crianças até aos 14 anos, estudantes e maiores de 65 anos: 5€, Desconto de 20% para compras superiores a 10 bilhetes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on print

Criar Conta de Utilizador