TEATRO &
ARTE
MÚSICA &
FESTIVAIS
GASTRONOMIA
FAMÍLIA &
ENTRETENIMENTO
DESPORTO &
AVENTURA
TODOS OS
EVENTOS
A curta-metragem “Anteu” de João Vladimiro , após traçar um interessante percurso em grandes festivais mundiais como Nova Iorque ou Roterdão, fará a sua estreia comercial a partir do próximo dia 6 de agosto no Cinema Trindade, na cidade do Porto, com sessão diária às 18h30.

CURTA-METRAGEM ANTEU EM ESTREIA NO CINEMA TRINDADE NO PORTO

A curta-metragem Anteu de João Vladimiro , após traçar um interessante percurso em grandes festivais mundiais como Nova Iorque ou Roterdão, fará a sua estreia comercial a partir do próximo dia 6 de agosto no Cinema Trindade, na cidade do Porto, com sessão diária às 18h30.

Anteu nasce numa aldeia onde é a única criança. Passados alguns meses a mãe morre e alguns anos depois o pai também. Um a um vão desaparecendo os habitantes da aldeia e Anteu, agora com 17 anos fica sozinho. Certa noite um sonho desperta-o: quem o enterrará a ele?

No dia 7 de Agosto, sexta-feira, a sessão contará a presença do realizador João Vladimiro e de Luís Palito, um dos responsáveis pela montagem e argumento do filme.

Com produção Terratreme Filmes (Portugal) e co-produção Pomme Hurlante Films (França), a curta-metragem do português João Vladimiro conta a história de Anteu, um adolescente que é o último habitante da sua aldeia. João Vladimiro combina mito, ficção e realismo documental para criar uma parábola sobrenatural. Rodado na aldeia de Covas do Monte, em Viseu, “Anteu” contou com a participação dos seus habitantes, a colaboração de Frederico Lobo e Luís Palito na escrita do argumento e de Gonçalo M. Tavares na narração.

João Vladimiro é licenciado em Design Gráfico na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Em 2006 realiza “Pé na Terra” com o qual recebe o prémio de melhor realizador Português de curta-metragem no 3º IndieLisboa. Em 2007 realiza o documentário “Jardim”, com estreia no Doclisboa e exibições nos festivais internacionais FID Marseille ou Mar de Plata, entre outros. Em 2013 estreia a sua segunda longa-metragem “Lacrau” no 10º Indie Lisboa e com a qual ganha os prémios de Melhor Longa-Metragem Portuguesa e Árvore da Vida. Estreia em 2014 “A Lã e a Neve” sobre a criação de um espetáculo de Madalena Victorino e como intérprete, o espetáculo “Território” de Joana Providência. Em 2018 estreia “Anteu” no Curtas Vila do Conde, com exibições em Roterdão, Nova Iorque, BAFICI, Frames of Representation, Dokufest, Vladivostok ou Mostra de São Paulo, entre outros.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on print

Criar Conta de Utilizador