TEATRO &
ARTE
MÚSICA &
FESTIVAIS
GASTRONOMIA
FAMÍLIA &
ENTRETENIMENTO
DESPORTO &
AVENTURA
TODOS OS
EVENTOS
Volta a haver espaço para revisitar alguns dos clássicos que marcaram a história do cinema na edição 2019 do IndieJúnior Allianz.

INDIEJÚNIOR ALLIANZ ARRANCA ESTA TERÇA NO PORTO

De Indiana Jones a Charlie Chaplin, três clássicos para rever no grande ecrã do IndieJúnior Allianz 2019.

INDIEJÚNIOR ALLIANZ ARRANCA ESTA TERÇA NO PORTO

Volta a haver espaço para revisitar alguns dos clássicos que marcaram a história do cinema na edição 2019 do IndieJúnior Allianz. Respondendo a um convite do festival, a realizadora Luísa Sequeira, o geógrafo e escritor Álvaro Domingues e a arquitecta Filipa Fróis escolheram os filmes que marcaram a sua infância. Os Salteadores da Arca PerdidaA História Interminável Tempos Modernos são os filmes que, este ano, nos lembram as grandes e inspiradoras histórias contadas em cinema. O festival, que arranca esta terça dia 29 de Janeiro, passará pelo o Teatro Municipal Rivoli, a Biblioteca Municipal Almeida Garrett, a Casa das Artes e a Reitoria da Universidade do Porto com mais de 50 filmes de produção recente, oficinas, debates e exposições. 


Realizadora e curadora de cinema, o nome de Luísa Sequeira tem vindo a afirmar-se no quadro da cinematografia nacional recente. É a figura de proa do Shortcutz Porto e uma das organizadoras do primeiro festival de filmes realizado em mobile, tendo, este ano, estreado asua primeira longa metragem documental, Quem é Bárbara Virgínia?, no Festival Internacional de Roterdão, Mostra de São Paulo e Doclisboa. No dia 3 de Fevereiro, pelas 15h30 na Casa das Artes, apresentará aquele que é, para a própria, um dos mais marcantes filmes da sua infância: A História Interminável, de Wolfgang Petersen. Singular fantasia épica com todos os requisitos do género: criaturas fantásticas, paisagens exóticas, florestas sombrias, encantamentos, rituais de cavalaria, espadas e amuletos e tudo aquilo que possamos imaginar. Tudo começa quando Bastian descobre um estranho livro que o leva a um novo mundo: Fantasia, a terra da imaginação. “A História Sem Fim”, foi um dos filmes que mais me marcou durante a minha infância. Através dos olhos de Bastian e na sua interpretação do fabuloso livro, fui transportada para o mundo da fantasia, acompanhando as suas aventuras naquele mundo mágico”, revela Luísa Sequeira. 

Geógrafo e professor da Universidade de Arquitectura da Universidade do Porto, Álvaro Domingues apresenta, no IndieJúnior Porto, aquele que é um dos mais marcantes filmes da cinematografia de Charlie Chaplin: Tempos Modernos. “Tempos Modernos faz-me recordar experiências de jovem a viver em Melgaço sem muito conhecimento com aquilo que era a grande cultura (havia outras, pequenas , que nunca me esquecem). Tempos Modernos era mais um filme do Charlot. Estava longe de entender o que era o moderno e a modernização. Vivia-se em Portugal um tempo obscuro e pré-moderno; em Melgaço trabalhava-se na terra e, sobretudo, emigrava-se. Muito mais tarde percebi a mensagem política do filme, mas Chaplin tem aquela magia de permitir desvendar muitas camadas e de nos prender pelas mais à superfície ou pelas outras.”, adianta o geógrafo. Para ver Sábado, 2 de Fevereiro, pelas 15h30 na Casa das Artes.

Filme transversal aquele que encerra o lote desta secção. No ecrã Harrison Ford, intérprete para as duas mais apreciadas séries de aventuras do cinema moderno, por trás dele dois dos maiores nomes do cinema americano: George Lucas e Steven Spielberg. Os Salteadores da Arca Perdida é, ainda hoje, aventura em estado puro. Uma história transgeracional, que tem como foco a personagem do arqueólogo-aventureiro Indiana Jones, aqui, numa caça pela Arca da Aliança, tesouro ancestral também cobiçada pelos nazis. O original chega ao IndieJúnior Allianz dia1 de Fevereiro, pelas 21h30 na Casa das Artes, e é apadrinhado por Filipa Fróis (FAHR 021.3 e HODOS). Um filme que, de acordo com a mesma, tem símbolo de família: “Eu e o meu irmão Pedro vimos estes filmes vezes sem conta, e, por isso, trás-me à memória serões bem passados. Desde o lado de aventura, à luta entre o bem e o mal, aos diálogos com humor e ao o herói imperfeito.“, esclarece. 

IndieJúnior Allianz – 3º Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto

O MEU PRIMEIRO FILME
Casa das Artes

Sexta, 1 de Fevereiro, 21h30
Os Salteadores da Arca Perdida / Raiders of the Lost Ark 
Steven Spielberg, EUA, fic., 1981, +10 anos
Apresentado por Filipa Fróis

Sábado, 2 de Fevereiro, 15h30
Tempos Modernos / Modern Times 
Charles Chaplin, EUA, fic., 1936, + 8 anos
Apresentado por Álvaro Domingues

Domingo, 3 de Fevereiro, 15h30
A História Interminável/Die unendliche Geschichte
Wolfgang Petersen, Alemanha/EUA, fic., 1984, + 6 anos
Apresentado por Luísa Sequeira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on print

Criar Conta de Utilizador