TEATRO &
ARTE
MÚSICA &
FESTIVAIS
GASTRONOMIA
FAMÍLIA &
ENTRETENIMENTO
DESPORTO &
AVENTURA
TODOS OS
EVENTOS
O que são ditados populares ou provérbios? É uma frase, ou um pequeno texto, frequentemente metafórico, de autor desconhecido, que expressa uma verdade baseada no senso comum ou experiência, de um determinado meio cultural. Têm a particularidade, por serem expressões comuns, de se tornarem imutáveis através dos anos, constituindo assim uma parte importante de cada cultura.

DITADOS POPULARES OU PROVÉRBIOS

O que são ditados populares ou provérbios? É uma frase, ou um pequeno texto, frequentemente metafórico, de autor desconhecido, que expressa uma verdade baseada no senso comum ou experiência, de um determinado meio cultural. Têm a particularidade, por serem expressões comuns, de se tornarem imutáveis através dos anos, constituindo assim uma parte importante de cada cultura.

A cultura portuguesa é riquíssima neste capítulo, pois são inúmeros os ditados populares, provérbios ou também adágios, como são conhecidos, que existem na nossa língua. Curiosamente, alguns provérbios existem em mais de um idioma porque as pessoas os emprestam de línguas e culturas semelhantes às deles, no entanto, quase todas as culturas tem os seus próprios provérbios únicos.

Muito já se escreveu sobre provérbios e ditos, porém sabia que há imensos provérbios venezianos com equivalência portuguesa? Eis alguns:

  1. A bon intenditor poche parole / Para bom entendedor meia palavra basta.
  2. Altri tempe, altre cure / Outros tempos, outros costumes.
  3. Andar da Rode a Pilato / Andar de Herodes para Pilatos.
  4. Bater el fero fin que l’è caldo / Bater o ferro enquanto está quente.
  5. Bela vigna, poca úa / Muita parra e pouca uva.
  6. Bisogna respetar el can per el paron / Pelo cão se respeita o patrão.
  7. Can que sbragia no morsega / Cão que ladra não morde.
  8. Cent’ani de malinconia no paga un soldo de debite / Tristezas não pagam dívidas.
  9. Chi ben loga / Bem trova.
  10. Chi ben vive, ben more / Tal vida, tal morte.
  11. Chi de gata nassi, sorzi pia / Quem torto nasce, tarde ou nunca se endireita.
  12. Chi deil’altrui si veste, presto si spoglia / Quem o alheio veste na praça o despe.
  13. Chi ghe n’à in cuna, Non diga di nissuna / Quem tem telhados de vidro, não atire pedras ao do vizinho.
  14. Chi la dura, la vince / Quem porfia, sempre alcança.
  15. Chi mal fa, mal aspetta / Quem mal faz, mal encontra.
  16. Chi no semena, no racoglie / Quem não semeia, não colhe.
  17. Chi no se rissente, non é fio de bona gente / Quem não se sente, não é filho de boa gente.
  18. Chi respèto vol, respetto porta / Quem quer ser respeitado, respeita-se.
  19. Qui roba a um bon ladron, Ga cent’ani de perdon / Ladrão, que rouba a ladrão, tem cem anos de perdão.
  20. Chi roba, no fa roba / Dinheiro roubado, não luz.
  21. Chi soli se consegia, solo perisse / Só se veja, quem só se deseja.
  22. Chi sprezza, vol comprar / Quem desdenha, quer comprar.
  23. Chi stá ben, no se descomoda / Quem está bem, deixa-se estar.
  24. Chi tase conferma / Quem cala, consente.
  25. Chi tropo parla, spesso fala / Quem muito fala, pouco acerta.

(Continua)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Criar Conta de Utilizador