ARENA LIVE 2017 | CASINO LISBOA | PROGRAMA GERAL

Partilhar evento pelo Facebook Partilhar evento pelo Twitter Partilhar evento pelo LinkedIn Partilhar evento pelo Google+ Partilhar evento por email

  • ARENA LIVE 2017 | CASINO LISBOA | PROGRAMA GERAL

  • Música & Festivais
  • Data

    30/10/2017 até 31/12/2017
    22:00 | Segunda
  • Local

    Casino Lisboa - Arena Lounge, Lisboa
  • Classificação

    M/18 anos
  • Preço

    Gratuito

Descrição

Com um cartaz de luxo Rui Veloso inaugura no próximo dia 30 de outubro, o ciclo de Concertos Arena Live 2017 no Casino Lisboa. Este ciclo de concertos inicia-se a 30 de outubro e termina em 31 de dezembro. Todas as segundas-feiras pode assim a partir das 22:00 horas assitir a actuações inesquecíveis que não pode rigorosamente perder. A entrada é livre. 

Concertos Arena Live 2017

– 30 de Outubro: Rui Veloso

– 06 de Novembro: Gisela João

– 13 de Novembro: Carlão

– 20 de Novembro: GNR

– 27 de Novembro: Slow J

– 04 de Dezembro: Branko e Convidados

– 11 de Dezembro: David Carreira

– 18 de Dezembro: Agir

– 25 de Dezembro: Gospel Collective (Dia de Natal)

– 31 de Dezembro: Ana Moura (Réveillon)

 

RUI VELOSO | 30 DE OUTUBRO

Segundo o último estudo da Marktest, Rui Veloso é o músico que os portugueses elegem como o seu preferido. É um dos artistas mais influentes da música portuguesa, com músicas e sucessos que atravessam gerações. Cantor, compositor e guitarrista, começou a tocar harmónica aos seis anos. Mais tarde, deixar-se-ia influenciar por B.B. King e Eric Clapton e lançou, com vinte e três anos, o álbum que o projectou no panorama da música nacional: Ar de Rock. Dele fazia parte a faixa Chico Fininho, um dos maiores sucessos da sua obra e de Carlos Tê, seu letrista. Entre os seus restantes sucessos fazem parte Porto Sentido, Não Há Estrelas No Céu, Sei de Uma Camponesa, A Paixão (Segundo Nicolau da Viola) e Porto Covo.
 
Na década de 1990 integrou Rio Grande, formado por Tim, João Gil, Jorge Palma e Vitorino, num estilo de música popular com influências alentejanas. Dessa experiência resultariam dois discos, um de originais em 1996, outro ao vivo, em 1998.
Em 2000 lançou a compilação O Melhor de Rui Veloso – 20 Anos Depois, seguindo-se um disco de tributo dedicado ao seu álbum de estreia: 20 anos depois – Ar de Rock.
Em 2003, Rio Grande, sem Vitorino, voltou a juntar-se no projecto Cabeças no Ar, dedicado a canções nostálgicas que remontam aos tempos da escola, entre elas O Primeiro Beijo.
 
Regressou aos discos de originais, em 2005, com A Espuma das Canções. Em 2006 comemorou 25 anos de carreira, ocasião brindada com três concertos, dois no Coliseu do Porto e um no Pavilhão Atlântico, este último gravado e editado em 2009, Rui Veloso ao Vivo no Pavilhão Atlântico. Em 2010, volta a esgotar os Coliseus de Lisboa e do Porto e, cinco anos mais tarde, ao comemorar os seus 35 anos de carreira esgota o Meo Arena com um concerto único.

Rui-Veloso


GISELA JOÃO | 06 DE NOVEMBRO

Uma das vozes arrebatadoras do panorama do Fado, Gisela João é já uma das mais importantes intérpretes da música portuguesa da actualidade, laureada com inúmeros prémios, com destaque para os prémios Blitz, Time Out, Expresso e o Globo de Ouro para Melhor Intérprete Nacional. A sua constante presença em palcos nacionais e internacionais, bem como as suas electrizantes actuações, foram determinantes para Gisela se consagrar entre os demais intérpretes música portuguesa, protagonizando um Fado contemporâneo, sem desvios nem artifícios, que parte duma formação tradicional e mergulha na sua génese, reencontra a sua autenticidade, questiona os seus excessos e maneirismos, para se tornar, por fim, incrivelmente genuíno.
Miguel Esteves Cardoso disse: Amália Rodrigues foi a grande fadista do século XX.  Sei e sinto, com a mesma força, que Gisela João é a grande fadista do século XXI. E quem somos nós para o negar?
Três anos depois do álbum de estreia, Gisela João editou Nua, com fados tal como ela os sente e gosta de cantar. Tal como o primeiro disco, Nua foi gravado fora do ambiente normal dos estúdios, entre o Palácio de Santa Catarina, em Lisboa, e a Cidadela de Cascais, tendo Ricardo Parreira na Guitarra Portuguesa, Nelson Aleixo na Viola de Fado, Francisco Gaspar na Viola Baixo e Frederico Pereira na Produção e Direcção Musical. Nua dá voz às palavras de alguns poetas da actualidade, visita temas clássicos e tradicionais e surpreende-nos mostrando que, vinda de onde vier, e vem de muitos sítios, a música que passa pela voz de Gisela João é fado. É esse o seu fado.

GiselaJoao(1)


CARLÃO | 13 DE NOVEMBRO

 
A experiência granjeada calcorreando palcos de toda a forma e feitio, durante os últimos vinte anos, fez de Carlão um comunicador. Não no sentido estreito de homem do espectáculo ou entertainer, mas na medida em que facilmente se identifica com o público e com ele estabelece uma ligação quase imediata, tornando-o seu cúmplice nas aventuras e desventuras que partilha dentro e fora das músicas nas suas actuações. Trazendo na bagagem o álbum Quarenta (que teve como primeiro single o estrondoso sucesso Os Tais), o EP Na Batalha e os singles de 2017 Agulha No Palheiro e Viver Pra Sempre, os primeiros avanços do álbum a ser editado ainda este ano, o ex-vocalista dos Da Weasel é acompanhado ao vivo por Dj Glue, Bruno Ribeiro (Voz), Nuno Espírito Santo (Baixo) e Gil Pulido (Guitarra e Teclados). Num concerto direccionado não apenas para os pés mas também para a cabeça, a energia é constante e a entrega total e desprendida.

carlao_720


GNR | 20 DE NOVEMBRO

 
Em 2016 os GNR comemoraram 35 Anos de Carreira, com uma digressão de sucesso, que confirmou a enorme capacidade que têm de contaminar multidões. A festa terminou com quatro espectáculos especiais no Multiusos de Guimarães, Campo Pequeno de Lisboa, Casino Estoril e Coliseu Porto, onde estiveram os convidados Javier Andreu, a incontornável Isabel Silvestre e a sublime Rita Redshoes. Já em 2017, foi editado em DVD o seu primeiro filme comercial, intitulado GNR Os primeiros 35 Anos – Ao Vivo. Prontos para mais 35 anos, 2017 continua a ser um grande ano para a banda portuense. Poucos são os artistas que se podem orgulhar de ter um alinhamento que é um hino à música portuguesa. Durante uma hora e meia podemos ouvir inúmeros sucessos como Dunas * Bellevue * Efectivamente * Video Maria * Morte ao Sol * Sub-16 * Sangue Oculto * Ana Lee * Pronúncia do Norte * Popless * Asas Eléctricas * Mais Vale Nunca * Cadeira Eléctrica. Celebre a música portuguesa com os GNR!

GNR


SLOW J | 27 DE NOVEMBRO

 
O Slow J é um caso sério da nova música feita em Portugal e o seu álbum The Art of Slowing Down confirma-o. É um discos que se ouve da primeira à última faixa, porque o som e as palavras nos agarram.
Em 2017, Slow J apresenta um novo espectáculo, baseado nos temas deste disco, mas nunca esquece a sua origem, recordando também verdadeiros hinos, como Cristalina. É uma experiência live sem precedentes cujo lema é casa em todo o lado, pode entrar quem quer!
No palco, com Fred na percussão e Francis Dale nas teclas e guitarra, as palavras das suas canções ganham uma dimensão ainda maior que, junto com a luz e o vídeo (conteúdo a cargo de Made in Lx ), criam uma energia contagiante. Sejam bem vindos à casa de Slow J.

SlowJ


BRANKO & Convidados | 04 DE DEZEMBRO

 
 

Branko apresenta no Arena Lounge do Casino Lisboa um espectáculo absolutamente inédito. Tendo como ponto central toda a sua obra enquanto produtor (seja em nome próprio ou em colaborações em discos de outros), João Barbosa (aka Branko) leva para o palco do Arena Lounge um roteiro especial com foco em pontos como a global club music, bem como visões mais afro ou tropicais de uma música electrónica cada vez mais presente no quotidiano. Os convidados são parte essencial da noite, dado que são cunho e alavanca da reafirmação duma linguagem musical, que não conhece fronteiras e de que Branko tem sido porta-estandarte.

branko_720


DAVID CARREIRA | 11 DE DEZEMBRO

 

David Carreira regressou em 2017 com um concerto renovado. 3 WORLD TOUR alargou o conceito de 3 TOUR (digressão de 2016), inserindo alguns temas originais, nomeadamente o grande sucesso francês DOMINO, a par com os grandes sucessos da sua carreira e com o novo single FICAMOS POR AQUI, editado no passado dia 9 de junho.

DavidCarreira


AGIR | 18 DE DEZEMBRO

 

Compositor desde os 12 anos de idade, Agir herdou dos pais a paixão pelas artes performativas, mas é na música que prefere viver. Começou por disponibilizar músicas gratuitamente no YouTube e, mais tarde, compilou temas de maior sucesso a que juntou novos originais. Assim nasceu «Agir», o longa-duração de estreia, que editou em Julho de 2010. Entretanto, já trabalhara como produtor e compositor com artistas como Rita Guerra, Paulo de Carvalho ou Marisa. Aos 23 anos, decidiu fazer uma pausa para organizar ideias e reencontrar-se musicalmente. Nesse período compôs o EP «Alma Gémea», disco totalmente orgânico, onde abandonou, momentaneamente, a vertente electrónica. «Leva-me a Sério», editado em 2015 tem 19 canções, escritas e produzidas pelo próprio, que demonstram o imenso talento de um dos principais cantores da nova música portuguesa de expressão urbana. Neste concerto será possível ouvir ainda temas que antecipam o próximo álbum do artista, previsto para 2018.

agir_720


GOSPEL COLLECTIVE | 25 DE DEZEMBRO

 
Reunidos desde 2010 os quase 30 membros do Gospel Collective são herdeiros de um percurso no circuito da música gospel em Portugal que começa em 1999 com o grupo D’Vine, passa pelo grupo 100 Vozes Gospel e mais tarde pelo Faith Gospel Choir.
Dirigido pela cantora e maestrina Anastácia Carvalho o grupo é formado por cantores profissionais de diversas áreas musicais e nacionalidades lusófonas, que encontram neste grupo um lugar de comunhão única e singular, apresentando um repertório que visita não só os tradicionais espirituais negros, como o new-urban gospel ou afrogospel.
É com este coração de espalhar a Palavra de modo cantado que o Gospel Collective tem feito inúmeros concertos em nome próprio e se encontra já em estúdio a preparar o seu 1º álbum, apresentando repertório novo e em parte original.

Gospel


ANA MOURA | 31 DE DEZEMBRO – PASSAGEM DE ANO

Depois de Desfado se ter tornado o álbum mais vendido de um artista português nos últimos dez anos, Ana Moura regressa com Moura, disco que dá continuidade à sua parceria com o reputado produtor norte-americano o norte-americano Larry Klein, cujo extraordinário currículo inclui gravações com Joni Mitchell, Herbie Hancock, Madeleine Peyroux ou Melody Gardot.

Continuando a trilhar um caminho que personaliza o seu fado como uma música aberta ao mundo e sintonizada com a contemporaneidade, Ana Moura é cada vez mais uma cantora incomparável e com esse talento raro de levar uma música com uma enorme tradição à convivência próxima de um público vasto, de todas as idades e de ouvidos despertos para canções que celebram a vida com uma sonoridade que só poderia existir hoje.

Moura, tripla platina desde sua edição em novembro de 2015, volta a juntar a voz da fadista a alguns dos mais notáveis nomes de uma nova geração de compositores nacionais, casos de Pedro da Silva Martins e Luís José Martins (Deolinda), Miguel Araújo (Os Azeitonas), Márcia, Samuel Úria e Jorge Cruz (Diabo na Cruz). A este valoroso grupo de autores juntam-se ainda Pedro Abrunhosa, Carlos Tê, Edu Mundo e duas parelhas com África no horizonte  Kalaf Epalanga (Buraka Som Sistema) escreve para um original de Sara Tavares, enquanto o escritor José Eduardo Agualusa assina uma letra para um tema do também angolano Toty Sa’Med. Os poemas dos dois fados tradicionais ficam por conta de duas das grandes letristas do fado na actualidade: Manuela de Freitas e Maria do Rosário Pedreira.

Em palco, Ana Moura continuará a contar com o mesmo excelente naipe de músicos que a tem acompanhado nos últimos anos  Ângelo Freire (guitarra portuguesa), Pedro Soares (viola de fado), André Moreira (baixo), João Gomes (teclado) e Mário Costa (bateria e percussão).

anamoura_720


 
Entrada Livre | Programação sujeita a alterações | M/18

Morada:

Alameda dos Oceanos, nº 45 Parque das Nações 1990 – 204 Lisboa

Coordenadas GPS:

38°45'52.95"N
9°5'46.81"W

Transportes:

Autocarro: 208, 210, 400, 705, 708, 725, 728, 744, 750, 759, 782, 794
Metro: Linha vermelha - Estação do Oriente
Comboio: Estação do Oriente

Outras Sugestões

REAL FADO | FADO TRADI (...)

Música & Festivais
Data: 21/11/2017
Local: Lisboa

Mais Info

CLARA – ESPETÁCU (...)

Música & Festivais
Data: 21/11/2017
Local: Lisboa

Mais Info

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies. mais informações

Ao navegar no site estará a consentir a utilização de cookies. Para obter mais informação acerca de cookies e da forma como são utilizados no website da Media Smart, visite a nossa página de "Política de Cookies" ou a página de "Política de Privacidade".

Fechar